5 filmes sobre saúde mental

O mês está chegando ao fim, mas a mensagem que o Setembro Amarelo traz deve permanecer em pauta durante todo o ano. Para ampliar a discussão, listamos cinco filmes que tratam de forma sensível a complexidade da vida e apresentam discussões sobre o cuidado com a mente. Confira:

As Vantagens de Ser Invisível (2012)

Comédia dramática. Direção: Stephen Chbosky.

O adolescente Charlie (Logan Lerman) é introvertido e passa por dificuldades para se enturmar na nova escola. Aos poucos, ele vai se aproximando de Patrick (Ezra Miller) e Sam (Emma Watson). A amizade permite que o rapaz coloque para fora antigos problemas e possa trabalhar traumas que ficaram guardados.

 

Disponível na Netflix.

Por Lugares Incríveis (2020)

Drama. Direção: Brett Haley.

O enredo de Por Lugares Incríveis acompanha Violet Markey (Elle Fanning) e Theodore Finch (Justice Smith), que têm suas vidas transformadas para sempre quando se conhecem. Juntos, eles se apoiam para curar os estigmas emocionais e físicos que adquiriram no passado.

 

Disponível na Netflix.

O Lado Bom da Vida (2013)

Comédia dramática. Direção: David O. Russell.

Depois de um tempo internado em um sanatório, Pat Solitano Jr. (Bradley Cooper) constata que perdeu quase tudo na vida: casa, emprego e casamento. Morando com os pais, ele busca reconquistar a ex até conhecer Tiffany (Jennifer Lawrence, vencedora do Oscar pelo papel), mulher igualmente temperamental, mas que pode ajudá-lo a encontrar um novo rumo na vida.

Disponível no Prime Video.

Garota Interrompida (2000)

Drama. Direção: James Mangold.

Em 1967, Susanna Kaysen (Winona Ryder) é diagnosticada com “ordem incerta de personalidade” por apresentar dúvidas e aflições comuns à sua idade. Enviada para um hospital psiquiátrico onde conhece jovens mulheres que não agem como a família e a sociedade esperam. Entre elas está Lisa (Angelina Jolie), uma sociopata que faz de tudo para fugir do local.

Disponível no Amazon Prime Video e no HBO MAX.

Uma Mente Brilhante (2002)

Drama. Direção: Ron Howard.

John Nash (Russell Crowe) é um gênio da matemática que, aos 21 anos, formulou um teorema que provou sua genialidade e o tornou aclamado no meio onde atuava. Mas aos poucos o belo e arrogante Nash se transforma em um sofrido e atormentado homem, que chega até mesmo a ser diagnosticado como esquizofrênico pelos médicos que o tratam. Porém, após anos de luta para se recuperar, ele consegue retornar à sociedade e é premiado com o Nobel.

Disponível na Netflix.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest